Triglicerídeos alto: saiba como se prevenir


As consequências do triglicerídeos altos no organismo são mais sérias do que muitos imaginam. Em níveis elevados, o corpo pode apresentar: pancreatite, aterosclerose, esteatose hepática e até mesmo um derrame cerebral, o famoso AVC. Os médicos asseguram que quando a gordura está acima de 150ml/dL, juntamente com o colesterol alto, as probabilidades de doenças cárdicas são ainda mais aparentes.

Também conhecidos como triglicérides ou triglicéridos, os triglicerídeos compõem as gorduras principais do nosso corpo. Eles também integram grande parte de gorduras de origem animal e vegetal.

Presente em nosso sangue, os triglicerídeos são obtidos através da alimentação e são produzidos pelo fígado. São eles os responsáveis pela reserva energética quando estamos em jejum ou fazemos uma alimentação insuficiente. Aproximadamente 95% de todas as gorduras são triglicerídeos, importantes para o bom funcionamento do corpo humano.

Quando ingerimos os alimentos, o organismo transforma as calorias que não vamos usar no momento em triglicerídeos. Eles ficam presentes na corrente sanguínea prestes a entrar em ação. Entretanto, quando se consome mais calorias do que o essencial, especialmente carboidratos, o nível de triglicerídeos aumenta, podendo causar placas de gorduras nas artérias, acarretando assim a um ataque cardíaco.

A molécula do triglicerídeo, nada mais é que uma forma química do glicerol. Ela possui três ácidos gordos e são rompidas no intestino delgado, passando a se encontrar novamente no sangue.

Quando os triglicerídeos estão acima do limite, os médicos dizem que a pessoa está com hipertrigliceridemia. Para baixa-los de um modo mais rápido indica-se 30 minutos de caminhada diárias e comer o bagaço da laranja, que é extremamente rico em fibras solúveis. As fibras formam uma mistura viscosa no estômago que dá uma sensação de saciedade, permanecendo mais tempo em nosso estômago.


E não são apenas nos triglicerídeos alto que moram o perigo. Em níveis abaixo de 35 ml/dL, o organismo apresenta problemas hormonais, uma desnutrição, má-absorção de nutrientes e alterações na tireoide. Em casos extremos são necessários tratamentos com endocrinologistas e cardiologistas.

Saiba o que comer para evitar o triglicerídeos alto

  • Saladas, muitos legumes e verduras;
  • Grãos, carnes magras, queijo branco também auxiliam para manter os níveis controlados;
  • Uma boa pedida é evitar o açúcar e sempre que puder substitui-lo por adoçante;
  • Procure consumir gorduras saudáveis, as monossaturadas, facilmente encontradas no abacate, semente de abóbora e gergelim, amêndoas, peixes ricos em ômega-3;
  • Opte pelo uso de azeite de oliva, amendoim, girassol, milho;
  • Não esqueça de adicionar mais alimentos com fibras no seu dia a dia. Eles diminuem os níveis de triglicerídeos e colesterol de modo natural;
  • E, claro, se possível troque os doces por frutas frescas, que além de saudáveis possuem excelentes oxidantes, sendo perfeitas para eliminar muitas impurezas do corpo.

Uma alimentação balanceada, rica em fibras e a pratica de atividade física são ótimas opções para controlar diversos males do organismo.

Principais sintomas de triglicerídeos alto

De início não há muitos sintomas perceptíveis, entretanto, em casos mais extremos é notável as complicações como a pancreatite. Alguns sinais que podem indicar que os níveis de triglicerídeos estão elevados são:

  • Xantelasma, pequenas bolsas brancas que aparecem na pele, próximo aos olhos, dedos e cotovelos;
  • Excesso de gordura em várias partes do corpo, especialmente na região da barriga;
  • E manchas brancas na retina, que são detectadas quando realizado exames de rotina nos olhos.

Alterações genéticas, pessoas que predispõe a hipertrigliceridemia, indivíduos que realizam dietas hipercalóricas ou até alguns tipos de doenças, estão mais propensos a terem aumento em seus triglicerídeos.

Obesidade, diabetes mellitus, hipotireoidismo, insuficiência renal crônica, consumo excessivo de álcool, gravidez e o uso de alguns tipos de medicamentos, também são fortes princípios que alteram os níveis de triglicéridos.

Medicamentos como o tamoxifeno, corticoide, betabloqueadores (entre eles propranolol, atenolol, bismetoprolol), diuréticos, anticoncepcionais, antirretrovirais, isotretinoína (Roacutan), modificam as condições do organismo.

Confira os níveis de triglicerídeos no sangue

  • Muito alto – maior ou igual a 500 mg/dL;
  • Alto – de 200 a 499 mg/dL;
  • Moderado – entre 150 a 199 mg/dL;
  • Normal – menor que 150 mg/dL.

Os triglicerídeos alto podem trazer outras alterações no organismo, como por exemplo o colesterol. Nesse caso é comum em resultados de exame de sangue o triglicerídeos e LDL (colesterol ruim) elevados ou triglicerídeos elevados e HDL (colesterol bom) baixo. Em raras exceções haverá mudanças somente nos triglicerídeos.

Prevenir ainda é o melhor remédio!

aprenda combater triglicérides alto

Se no seu cardápio não fica de fora carboidratos e gorduras saturadas, saiba que corre um grande risco de contrair a hipertrigliceridemia. Se a região da cintura está maior do que o normal e já apareceram algumas manchas no seu corpo, procure um médico e deixe de lado:

  • Refrigerantes, leite integral, sucos industrializados e bebidas alcoólicas;
  • Doces, bolo, chocolate e biscoitos;
  • Massas, pizzas e batatas;
  • Sorvetes e frozen yogurt;
  • Tortas, frituras e queijos gordurosos.

Se está disposto a cozinhar e deixar seus alimentos mais saudáveis e naturais, leia sempre as informações nutricionais e evite produtos com sacarose, glicose, frutose, maltose, entre outros, todos ricos em açúcares!

Fumar também prejudica, e muito, praticamente todo o organismo. Se você possui esse hábito, saiba que o tabagismo causa diversos tipos de inflamações pelo corpo, além de colaborar para a formação de coágulos de sangue e aumentando drasticamente o risco de um ataque cardíaco. Para quem já tem colesterol e triglicerídeos alto ou até mesmo pressão alta, o cigarro pode ser uma bomba relógio prestes a explodir.

Receitas caseiras para controlar o triglicerídeos alto

Não é de hoje que o abacaxi compõe grande parte das receitas para melhorar o funcionamento do nosso organismo. Consumi-lo como um todo é indicado para controlar os níveis elevados dos triglicerídeos. As fibras solúveis, encontrada na fruta, diminuem a concentração de gordura no sangue. Você irá precisar de:

Ingredientes:

2 rodelas de abacaxi

1 laranja com bagaço

Suco de 1 limão

2 copos de água

Preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador, coe e beba duas vezes ao dia, diariamente.

Você pode mudar sua alimentação e fazer uso, por exemplo, no café da manhã, de pão francês com um queijo minas, suco de laranja ou comer uma taça de cereais integrais com frutas vermelhas e leite desnatado. No almoço e jantar pode apostar em uma posta de salmão grelhado com arroz e salada ou legumes cozidos e temperados com um fio de azeite. De sobremesa, uma fruta de sua preferência.

Para conseguir uma boa dieta e diminuir o triglicerídeos alto, é necessário o acompanhamento com um nutricionista, que irá tratar especificamente do seu caso.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...