Otosylase Bula – Para Que Serve? É Bom Mesmo? Como Usar? Preço!


A otite, bem como outras inflamações externas, são problemas sérios que atingem o ouvido e causam um grande incomodo no paciente, sendo necessários cuidado e atenção para que a situação não piore e é por isso que existe Otosylase.

Então, para saber um pouco mais sobre esse medicamento, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Vamos lá?!

Para que serve o Otosylase

Otosylase é um medicamento que serve para o tratamento de otite externas, entre outras inflamações que reagem ao uso de corticoides, bem como naquelas em que há a presença ou a suspeita da presença de bactérias.

Como funciona o Otosylase

Otosylase oferece nada mais do que uma combinação de medicamentos que tratam, de forma local, as enfermidades no conduto auditivo externo, que são as orelhas.

otite externas Otosylase

Como aplicar o Otosylase

A dose usual de início é de 3 a 4 gotas do medicamento na orelha afetada pelo problema, de 2 a 4 vezes por dia ou de acordo com a recomendação médica.


Caso esqueça de aplicar uma das doses, o recomendado é desprezar a dose que foi esquecida e seguir o tratamento normalmente, esperando o próximo horário para aplicar a dose seguinte.

Sempre siga as recomendações do médico, respeitando as doses,  o horário de aplicação e a duração indicada para o tratamento. Não interrompa o uso do medicamento sem que haja conhecimento do médico e caso haja dúvidas, procure o seu médico ou o farmacêutico para mais orientações.

Composição

Otosylase é Fluocinolona Acetonida + Sulfato de Polimixina B + Sulfato de Neomicina + Cloridrato de Lidocaína.

Casa embalagem dessa solução otológica de 0,250mg/mL + 10.000UI/mL + 3,50mg/mL + 20mg/mL contém um frasco gotejador de 10 ml.

Otosylase bula

Otosylase é uma solução otológica de uso pediátrico e adulto e sua composição é a seguinte:

Cada mL da solução, que corresponde a 25 gotas, contém:

  • Fluocinolona Acetonida – 0,250mg
  • Sulfato de Polimixina B- 10.000UI
  • Neomicina base (como sulfato) – 3,50mg-
  • Cloridrato de lidocaína – 20mg

Excipiente: propilenoglicol, álcool etílico e água purificada.

Contraindicação

Otosylase é um medicamento contraindicado para pessoas que apresentem reação de hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da sua fórmula. Além disso, ele ainda é contraindicado nos seguintes casos:

  • Infecção dos condutos auditivos que seja causada por vírus ou fungos e não tratadas
  • Herpes simples, catapora (varicela) e vacina
  • Perfuração do tímpano

O uso de Otosylase não apresenta contraindicações no que diz respeito às faixas etárias. Esse medicamento não deve ser utilizado nos olhos, sendo de uso estrito nas orelhas.

Efeitos colaterais do Otosylase

Assim como qualquer medicamento, o uso de Otosylase pode levar ao surgimento de reações indesejáveis, tais como:

otite externas Otosylase efeitos

Sistema imune

  • Reações de hipersensibilidade (alergia)

Sistema nervoso central

  • Dores de cabeça (cefaleia)
  • Tontura
  • Tremores
  • Aumento excessivo do sono (hipersônia)
  • Paralisia facial
  • Disgeusia (alterações do paladar)
  • Sensação de queimação
  • Parestesia (sensação de formigamento ou dormência)
  • Sonolência

Alterações visuais

  • Vermelhidão dos olhos
  • Irritação ocular
  • Lacrimejamento
  • Pálpebras inchadas

Distúrbios vestibulares e auditivos

  • Zumbido na orelha
  • Dor na orelha
  • Redução da audição
  • Desconforto auditivo
  • Distúrbios auditivos

Pele e anexos

falta de ar Otosylase

  • Alterações na pele
  • Alterações na pigmentação cutânea
  • Coceira (prurido)
  • Dor no lugar da aplicação
  • Inflamação da pele com espinhas (dermatite acneiforme)
  • Vermelhidão
  • Nódulos
  • Foliculite
  • Hipertricose
  • Dermatite alérgica de contato
  • Atrofia da pele
  • Infecção secundária

Distúrbios cardiocirculatórios

  • Hiperemia (vermelhidão)
  • Elevação da pressão arterial
  • Palidez

Distúrbios do sistema respiratório

  • Diminuição da sensibilidade na garganta (hipoestesia faringeal)
  • Falta de ar (dispneia)
  • Desconforto nasal
  • Dor de garganta

Distúrbios Gastrintestinais

  • Vômitos
  • Náuseas
  • Diarreia
  • Redução da sensibilidade da boca (hipoestesia oral)
  • Movimentos descoordenados (discinesia)
  • Dor abdominal
  • Fezes com sangue
  • Dor no estômago (epigástrica)
  • Dor na parte superior do abdômen, que corresponde ao fígado

Malformações genéticas, congênitas ou familiares

  • Dimorfismo facial

Sempre informe ao farmacêutico, médico ou cirurgião-dentista sobre o aparecimento de reações adversas decorrentes do uso de Otosylase, lembrado de informar também à empresa responsável através do serviço de atendimento.

otite externas Otosylase posologia

Superdosagem

Até o momento não existem registros de que o uso de uma dose acima do recomendado possa obter uma eficácia maior, por isso é importante evitar.

Caso ocorra o uso de uma grande quantidade ou o uso por vias não recomendadas, procure imediatamente o socorro médico, levando consigo a bula ou a embalagem do medicamento. Para mais informações ou em caso de intoxicação, ligue para 0800 722 6001.

Precauções

Pode haver um afinamento, tanto da pele quanto dos tecidos subcutâneos com o uso prolongado de agentes corticosteroides. Além disso, o uso de glicocorticoides podem acabar mascarando determinados sinais e sintomas de infecção e novas infecções que podem vir a se desenvolver durante o uso.

O uso dessas substâncias por um tempo prolongado pode acabar resultando no crescimento de fungos e bactérias não sensíveis em excesso.

Interação do Otosylase com outros remédios

Tal como a maioria dos medicamentos, os componentes de Otosylase podem apresentar algum tipo de interação ou vários outros medicamentos, tal como será descrito à seguir:

  • Fluocinolona acetonida: não apresenta interações relevantes ou que sejam conhecidas.
  • Polimixina B: pode interagir com bloqueadores neuromusculares (tais como pancuronium, alcuronium e tubocurarina), antibióticos (tais como a amicacina, ampicilina, penicilina e cefalosporinas), antifúngicos (como anfotericina), ranitidina e prednisona.
  • Sulfato de neomicina: pode interagir com bloqueadores neuromusculares (tais como pipecuronium e alcuronium) antibióticos (tais como a amoxicilina, ampicilina, penicilina G), diuréticos (como a furosemida), anticoagulantes (como o dicumarol e a varfaina), quinolonas (como a floxacina) e antineoplásicos (como metotrexato).
  • Cloridrato de lidocaína: pode interagir com broncodilatadores (como aminofilina), antiarrítmicos (como amiodarona), antibióticos (como a ampicilina, gentamicina e cefalosporinas), antifúngicos (como a anfotericina B), digoxina, betabloqueadores (como labetolol) e as sulfas, entre outras possibilidades.

Vale ressaltar que essas interações são consideradas mínimas visto a baixa concentração dos componentes desse medicamento, as doses e a via de administração.

Otosylase bula

Otosylase Preço

Para comprar Otosylase é necessária a apresentação de receita medica branca de 2 vias e o seu preço irá depender da região na qual você se encontra e também do local escolhido para a compra.

No entanto, na internet, a solução otológica em frasco de 10mL pode ser encontrado por valores entre R$ 7,50 e R$ 12 reais.

Otosylase Genérico

Para encontrar o medicamento genérico de Otosylase, basta ir até a farmácia, falar com o farmacêutico e solicitar pelos princípios ativos da fórmula do mesmo, que são os seguintes: Fluocinolona Acetonida + Sulfato De Neomicina + Polimixina B + Cloridrato De Lidocaína.

No entanto, vale lembrar que é muito importante observar as concentrações de cada agente para certificar-se de que se trata do mesmo produto.

Pergunta dos leitores

Otosylase serve para dor de ouvido?

Sim, pode ser utilizado para dor de ouvido desde que essa dor seja causada por uma inflamação dos condutos externos, tal como uma otite e que esse uso seja feito sob a recomendação de um médico.

Otosylase é bom mesmo?

Sim, Otosylase é um excelente medicamento para o tratamento dos problemas para o qual ele é indicado. No entanto, o seu uso só deve ser feito quando houver recomendação médica para isso visto que a automedicação pode ser algo perigoso.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre Otosylase, como funciona, para que é indicado, suas contraindicações e tudo mais que você precisa saber sobre ele.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (No Ratings Yet)
Loading...