Nimesulida


A Nimesulida, também chamada de Nimesulide, é um potente anti-inflamatório não esteroide, que combate as inflamações, dores e febres.  Uma vez que possui ação analgésica, antitérmica e anti-inflamatória.

O medicamento é comercializado em embalagens com 12 comprimidos ou em gotas, com frascos de 15 ml. Seu uso pode ser feito por adultos ou crianças a partir de 12 anos de idade.

Informações ao Paciente

Antes de iniciar o tratamento com esse medicamento, leia com atenção essa bula.

  • Guarde esta bula. Você pode necessitar ler as informações de novo outra hora.
  • Esta bula fornecerá informações sobre os benefícios e riscos da Nimesulida. Ela inclusive a orientará sobre como você deve tomar Nimesulida de modo correto e em que momento precisa informar ao seu médico sobre condições relacionadas à sua saúde. Se tiver qualquer dúvida, solicite ajuda ao seu médico ou farmacêutico.
  • Esse remédio foi receitado para você e não deve ser fornecido a outras pessoas, uma vez que pode ser prejudicial a elas, ainda que os sintomas que elas apresentem sejam iguais aos seus.
  • Se algum dos efeitos colaterais se tornar grave ou se você notar algum outro efeito colateral que não foi citado nesta bula, avise ao seu médico ou farmacêutico.

COMO FUNCIONA A NIMESULIDA?

A Nimesulida tem a substância cicloxigenase-2, que contribui para realizar a síntese de prostaglandinas, relacionadas a inflamações. O remédio inclusive age no sistema nervoso central, anestesiando as partes cerebrais responsáveis pelo alerta de dor.

Esse medicamento além disso é encarregado por impedir a fabricação de radicais livres provenientes de inflamações. Além do mais, esse é um remédio que acumula menos substâncias no rim, ao contrário da maior parte das mesmas substâncias da mesma classe, o que faz com que contenha pouco riscos e reações adversas, entretanto pacientes com insuficiência renal ainda assim precisam consultar o médico para certificar qual a primeira escolha de tratamento.

Além disso, a Nimesulida dá efeitos bem mais rápidos que os demais anti-inflamatórios. Em adultos a dor é amenizada dentro de uma média de 15 minutos depois da administração da medicação, sendo que outros medicamentos podem demorar de 30 a 40 minutos para começar os efeitos analgésicos.

COMPOSIÇÃO DA NIMESULIDA

Nimesulida 50 mg/mL suspensão oral (gotas)

Cada 1 mL (20 gotas) de suspensão contém:

nimesulida ………………….50 mg

Excipientes: ácido cítrico, citrato de sódio diidratado, goma xantana, laurilsulfato de sódio, sacarose, sorbitol, aroma de acerola, metilparabeno, propilparabeno e água.

Nimesulida 100 mg comprimidos

Cada comprimido de nimesulida contém:

nimesulida …………………..100 mg

Excipientes: lactose monoidratada, celulose microcristalina, docusato de sódio, estearato de magnésio, hiprolose, óleo vegetal hidrogenado, amidoglicolato de sódio.

Nimesulida Gel Dermatológico

Cada g do gel dermatológico contém:

nimesulida…………………..20,00 mg

excipiente q.s.p*…………………1,0 g
* carbômer 934, metilparabeno, propilparabeno, trietanolamina, propilenoglicol, óleo de rícino, álcool isopropílico, água purificada.

Apresentação

Nimesulida 50 mg/mL suspensão oral (gotas): Embalagem contendo 1 frasco com 15 mL.
Nimesulida 100 mg comprimidos: Embalagem contendo 12 comprimidos.
Nimesulida Gel Dermatológico: Gel Dermatológico. Bisnaga de 20 g, 30 g, 40 g, 50 g ou 60 g.

INDICAÇÕES DO NIMESULIDA

Nimesulida é um remédio que apresenta propriedades que ajudam a combater inflamações, a dor e a febre. Proporciona alivio da dor, em adultos, dentro de 15 minutos após seu uso e diminui a febre entre 1 a 2 horas após ingerido. Por isso ele é principalmente procurado quando se trata de dor e inflamação de garganta e quanto se trata de dor de dente.

Porém o nimesulida é indicado para tratamentos de curta duração, em que o medicamento será usado poucos dias, como no caso de:

  • Dor de dente, causada por inflamação no dente, ou inflamação após intervenções odontológicas.
  • Dor e inflamação de garganta
  • Cólicas menstruais
  • Febre
  • Cálculo renal

Visto que o uso do nimesulida pode causar serias lesões hepáticas, é recomendado não utilizar o nimesulida como primeira opção de tratamento, visto que existem outros medicamentos anti-inflamatórios que não causam tantos ricos ao paciente.

PARA QUE SERVE A NIMESULIDA?

nimesulida

Nimesulida serve para combater os processos inflamatórios, a febre e as dores agudas, como por exemplo, as irritações e inflamações de garganta, dores de dente, dores de ouvido, dores de cabeça e até cólicas menstruais fortes.

O medicamento é comercializado com seu nome genérico (Nimesulida ou Nimesulide) e com os seguintes nomes comerciais:

  • Nimesuibal
  • Nisulid
  • Fasulide
  • Arflex
  • Cimelid

NIMESULIDA POSOLOGIA

Caso escolha o Nimesulida para o tratamento de dor de garganta inflamada, recomenda-se tomar Nimesulida  100 mg comprimido junto com um copo de água , após as refeições para evitar assim dores de estômago causadas pelo medicamento.

Adultos e crianças acima de 12 anos:  meio comprimido (50mg) ou um comprimido inteiro (100mg) duas vezes ao dia, ou seja um comprimido a cada 12 horas, não podendo ultrapassar a dosagem máxima de 200mg por dia.

Já se optar pelo Nimesulida em gotas, tomar 1 gota por quilo de peso, cada gota corresponde a 2,5 mg de Nimesulida. Não é  necessário diluir as gotas  em água, pode ser gotejada diretamente na boca, mas caso prefira diluir, dilua em um pouco de água açucarada. Agite bem  o frasco antes de utiliza-lo.

Seja qual for a forma escolhida não tome Nimesulida por períodos longos, o máximo recomendado são sete dias. Procure sempre a orientação de um médico!

COMO TOMAR NIMESULIDA

tomar nimesulida

O médico é a pessoa mais indicada para estabelecer as dosagens diárias e o tempo de tratamento com o medicamento. Em linhas gerais, nimesulida é ingerida da seguinte maneira:

Posologia nimesulida comprimidos

  • Comprimidos revestidos: ½ a 1 comprimido de 100mg deverá ser ingerido com água de 12 em 12 horas (duas vezes ao dia). A dose diária não deve ultrapassar 200 mg.

Posologia nimesulida gotas

  • Gotas: a quantidade de gotas é calculada pelo peso do paciente: 1 gota por 1 quilo. As gotas podem ser diluídas em água ou pingadas diretamente na língua. Cada gota contém 2,5 mg da substância. Agite bem antes de usar.

Preferencialmente indica-se ingerir o Nimesulida  após as refeições e o ideal é que ela seja utilizada na menor dose eficaz possível, durante o menor tempo possível de duração. Nos pacientes com insuficiência renal, as doses deverão ser adaptadas às necessidades individuais de cada indivíduo.

O medicamento é absorvido rapidamente pelo trato gastro intestinal e seus efeitos podem durar até 5 horas. A eliminação da nimesulida do organismo é feita através da urina e não há acúmulo da substância o organismo humano.

Deve-se dar uma atenção especial na administração concomitante de nimesulida (ao mesmo tempo) com outros medicamentos, devido ao risco de hemorragias gastrintestinais.

COMO TOMAR NIMESULIDA PARA DOR DE GARGANTA

A Nimesulida é muito recomendada para dor de garganta, pois tem ação anti-inflamatória, ou seja, elimina a inflação e dor de garganta e tem efeito antitérmico que elimina a febre.

Mesmo com resultados rápidos e eficientes a Nimesulida deve ser tomada com muita cutela principalmente por pessoas que sofrem com problemas gástricos. Em alguns países a Nimesulida é proibida devido seu alto risco de lesão hepática.  Não é recomendado que a duração do tratamento com a Nimesulida seja longa, pois os benefícios  trazidos pelo medicamento não compensam os riscos, uma vez que existe uma variedade de anti-inflamatórios que não possuem tantos efeitos colaterais quando o Nimesulida.

NIMESULIDA PARA DOR DE DENTE

Outro uso da Nimesulida frequente como anti-inflamatório é para a dor de dente. Por ter ação rápida e forte, o Nimesulida é indicado para tratar dor de dente, embora o uso recorrente da medicação pode fazer mal a saúde. Portanto, se você está fazendo uso esse medicamento para aliviar dores, tente alternar com outros anti-inflamatórios não esteroides, como por exemplo o Ibuprofeno.

CONTRA INDICAÇÕES E RISCOS DA NIMESULIDA

O nimesulida é contraindicado nos casos de:

  • Alergia e hipersensibilidade à substância. As reações são broncoespasmo (asma), rinite e urticária.
  • Pacientes portadores de úlceras pépticas, que apresentem ulcerações recorrentes e hemorragias gastrointestinais. O medicamento deve ser utilizado com cuidado por pacientes que tenham doenças hemorrágicas e sob tratamento com anticoagulantes ou outros fármacos que dificultem a concentração plaquetária.
  • Pacientes portadores de problemas com coagulação.
  • Pacientes com doenças renais crônicas.
  • Pacientes com doenças hepáticas.
  • Nos pacientes idosos, o medicamento deve ser administrado com acompanhamento médico.
  • O medicamento deve ser evitado por pacientes com insuficiência cardíaca congestiva ou hipertensão.
  • Pacientes portadores de broncoespasmos devem evitar o uso da nimesulida.
  • O medicamento não deve ser usado por gestantes ou lactentes.
  • Crianças menores de 12 anos.

EFEITOS COLATERAIS DA NIMESULIDA

Por ser um anti-inflamatório não-esteroide (ter a capacidade analgésica, antitérmica e anti-inflamatória) o nimesulida possui boa parte dos efeitos colaterais dessa classe de medicamentos que são:

  • Reações gastrointestinais: Náuseas, dor de estômago, diarreia, estomatite, dor gástrica, hemorragia gastrintestinal e ulceras pépticas, sendo as duas ultimas mais graves.
  • Reações Hepatobiliar : Alterações dos parâmetros hepáticos (transaminases), geralmente passageiras e reversíveis, Hepatite aguda, falência hepática fulminante (algumas mortes foram relatadas).
  • Reações nos sistema nervoso: Sonolência, cefaleia, tonturas e vertigens.
  • Reações em crianças: Foram relatadas algumas reações, incluindo casos muito raros compatíveis com Síndrome de Reye, uma doença severa que causa inflamação no cérebro e acumulo de gordura no figado e geralmente é fatal.
  • Reações alérgicas: Geralmente relatados são a urtucária, rash, eritema, prurido e angiedema. E alguns casos isolados de necrólise epidérmica.e a Síndrome de Stevens- Johnson que é uma reação alérgica muito grave que pode aparecer nos olhos, mucosas e pele.
  • Reações respiratórias: Asma dispneia, principalmente em pacientes alérgicos ao ácido acetilsalicílico.

Geralmente, estes efeitos são leves e passageiros não exigindo suspensão do tratamento. Caso algum destes efeitos seja persista, consulte o seu médico.

O uso prolongado do nimesulida pode acarretar danos graves ao trato gastrointestinal, visto que o remédio causa graves lesões ao fígado. Os danos ao fígado podem variar desde lesões leves até graves como insuficiência  hepática aguda.

Por causa disso, um estudo publicado nesse ano (2015) sugere que o excesso de consumo dessa substância pode estar associado a casos de insuficiência hepática extrema. Seis casos da doença em que os portadores tiveram de realizar transplante de fígado foram analisados e, ao que tudo indica, o uso oral de Nimesulida pode ter contribuído para a condição.

Esse fato fez com que a Comissão Europeia emitisse um alerta para que o medicamento não fosse utilizado e, hoje, não só os países da Europa, mas também o Canadá, os Estados Unidos, o Japão, entre outros, não vendem mais o medicamento.

SE NIMESULIDA É SEGURO, PORQUE FOI PROIBIDA EM MAIS DE 10 PAÍSES?

A nimesulida é um medicamento proibido em mais de 10 países, sendo alguns deles: Holanda, Canadá, Reino Unido, Irlanda, Finlândia, Espanha, Japão, Estados Unidos. Inclusive já foi declado estado de alerta pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em relação a toxidade desse remédio, que causa problemas sérios ao figado e rins.

Alguns medicos relataram que o problema não esta no uso da nimesulida para tratar as inflamações, mas sim na utilização da medicação regularmente. Portanto, quem depende de anti-inflamatórios ou antitérmico pois sofrem de inflamações ou outras situações, uma possibilidade é realizar o tratamento com outros AINEs. O problema está na administração da Nimesulida de forma recorrente.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS DE NIMESULIDA

É recomendado administrar Nimesulida após as refeições. Durante o tratamento com nimesulida, não é aconselhável o uso de álcool ou outros medicamentos ou alimentos que provoquem irritação gástrica.

É importante informar ao médico outros medicamentos que você está fazendo uso, e também outros problemas de saúde que você tem.

Medicamentos que podem interagir com nimesulida: fenofibrato, ácido salicílico, ácido valproico, tolbutamida, ácido acetilsalicílico, metotrexato, varfarina, fenitoína, lítio e probenecida. Em caso de dúvida, consulte seu médico.

USO DE NIMESULIDA NA GRAVIDEZ E AMAMENTAÇÃO

remédio na gravidez

O uso de nimesulida não é indicado para mulheres em fase de amamentação, como também não é recomendado para gestantes. Durante o tratamento com o nimesulida, caso ocorra a gravidez, informe ao seu médico. Informe também caso você esteja amamentando.

Embora nenhum efeito foi encontrado em ratos e camundongos, nos coelhos surgiu uma embriotoxicidade potencial.

Assim como os outros anti-inflamatórios não-esteroides (AINEs), o uso de nimesulida durante o período de gravidez não é recomendado.

A utilização de AINEs até o final da gestação está aliado a um acontecimento maior de distócia e atonia uterina. Os AINEs inclusive estão associados ao induzimento do fechamento do ducto arterioso. Até o instante não existe informação disponível a respeito da excreção de nimesulida no leite materno e, assim sendo, esse não deverá ser administrado às mulheres que estão amamentando.

NIMESULIDA PARA DIABÉTICOS E IDOSOS

Os pacientes diabéticos podem utilizar o nimesulida, já que os comprimidos não contêm açúcar.

Idosos acima de 65 anos, podem ser tratados com a menor dose efetiva do remédio, não podendo ultrapassar quantidade de 200mg  por dia.

Nos dois casos é essencial o acompanhamento médico supervisionado, como vimos o uso do nimesulida acarreta diversos efeitos colaterais graves e até fatais.

SUPERDOSAGEM DE NIMESULIDA

Em caso de superdosagem acidental, o paciente poderá apresentar os seguintes sintomas: náusea, vômito, dor de cabeça, sonolência, alteração visual, tontura e vertigens. Ao se perceber que houve a superdose, o paciente deverá ser levado ao pronto atendimento, onde será iniciado um tratamento sintomático, que consiste na lavagem gástrica, investigação e restauração do equilíbrio hidroeletrolítico do organismo do paciente.

ARMAZENAMENTO, DATA DE FABRICAÇÃO, PRAZO DE VALIDADE E ASPECTO FÍSICO DA NIMESULIDA

Cuidados de armazenamento

Até sua total utilização, a Nimesulida deverá ser guardada em sua emabalagem original. Conservar em temperatura ambiente entre 15 e 30º C. Proteger da umidade.

Prazo de validade

O prazo de validade é 24 meses a partir da data de fabricação, que pode ser encontrado na embalagem do produto. Se o prazo de validade venceu, não use a Nimesulida. Antes de fazer uso, verifique se o produto está totalmente lacrado e em bons condições de armazenamento.

ONDE COMPRAR

O acesso à nimesulida é fácil e não é necessário ter uma receita para poder adquirir esse remédio. Infelizmente, esse fato contribui para que o fármaco seja muito vendido e utilizado pelos indivíduos sem a orientação de um médico.

Pode ser encontrado em qualquer farmácia e o preço do nimesulida pode variar de R$ 2,50 a R$ 13,00 a caixa com 12 comprimidos e de R$ 7,00 a R$ 14,00 nimesulida gotas com 15 ml.

ATENÇÃO: Conhecida por suas características anti-inflamatórias e analgésicas, a nimesulida é um medicamento muito eficaz nos tratamentos das inflamações agudas e nas dores em geral. Porém, como todo medicamento, deve-se ter cuidado com o seu uso, além de ter prescrição e orientação médica para que não ocasione outros problemas no trato gastrointestinal.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (125 votes, average: 4,27 out of 5)
Loading...