Condiloma – O que é? Causas, Sintomas, Tratamentos e Prevenção


O  condiloma faz parte do grupo das doenças sexualmente transmissíveis e pode ser associado a uma infecção por meio do vírus do HPV ou por meio de sífilis secundárias. Ele se caracteriza por lesões na pele nas regiões genitais de homens e mulheres.

Essas lesões são como verrugas e crescer próximas do ânus, pênis e vagina. Em alguns casos as verrugas não são visíveis ao olho nu e só podem ser diagnosticadas através de exames detalhados, como a biopsia, a colposcopia e a citologia.

Durante o nosso artigo iremos falar sobre os dois tipos de condiloma, os sintomas que os pacientes com esse problema apresentam, as formas de prevenção e como é feito o tratamento.

Sintomas do condiloma

Além da aparição das verrugas genitais existem outros sintomas que podem aparecer nos pacientes que estão com condiloma. Em alguns casos os sintomas aparecem todos ao mesmo tempo, em outros eles simplesmente não aparecem.

É aí que entra a importância de estar fazendo exames de forma periódica. Só assim será possível diagnosticar o problema nesse caso e trata-lo da forma mais eficiente e rápida possível.

Veja abaixo alguns dos sintomas causados pelo condiloma:


  • Pequena protuberância nos genitais
  • Coceira
  • Verrugas genitais
  • Sensação de queimação e/ou ardor da pele
  • Coceira no ânus
  • Coceira vaginal
  • Pápula

Consulte um médico!

Caso você reconheça esses sintomas em você é importante que você procure ajuda de um médico imediatamente. Quanto mais rápido o condiloma for diagnosticado, mais rápido o tratamento começará e os sintomas negativos serão neutralizados.

Infelizmente esse é um problema que pode levar de meses a anos para ser resolvido totalmente e isso só vai acontecer se você seguir à risca a recomendação médica sobre o tratamento.

Se você empurrar com a barriga o problema voltará diversas vezes por toda a sua vida e com os efeitos e sintomas ainda mais severos e dolorosos. Se isso acontecer o tratamento precisará ser mais forte e o prazo mais longo.

Não deixe que a situação chegue a um estado crítico para você resolver.

Os dois tipos de condiloma

condiloma

Algumas pessoas acreditam, de forma errada, que o condiloma é uma doença provocada somente pelo HPV. Isso é equivocado. Até porque, além do HPV a Sífilis também pode fazer com que tanto o homem quanto a mulher desenvolvam o condiloma.

Suas características são diferentes e a forma de tratamento também.

  • Condiloma plano ou condiloma lata: Lesões em torno do genital ou da região anal, causadas pela sífilis. Pode ser caracterizado por um grupo de verrugas ou de pápulas – o exame identificará qual é e a partir daí o tratamento específico será recomendado.
  • Condiloma acuminado: Esse tipo de condiloma também é conhecido como papilomavírus e é causado pelo HPV. É caracterizado por verrugas de cor rosada, úmidas, que lembram um couve-flor. Ficam localizadas na região genital, mas também podem aparecer no ânus e na boca – dependendo da prática sexual que foi feita.

Como prevenir o condiloma?

A maneira mais eficaz de se prevenir o condiloma tem a ver com o uso de preservativos nas suas relações sexuais. Essa é a única forma de se evitar contrair doenças sexualmente transmissíveis. Por isso não esqueça: Use camisinhas.

O que é importante falar também é que essa doença pode ser transmitida por meio do contato da área infectada com uma área que esteja aberta do corpo humano. Tanto por meio de roupas usadas, de beijo, ou outra forma de secreção.

Por isso evite se relacionar com pessoas que não conhece o suficiente, não use roupas usadas de outras pessoas, e evite contato com qualquer tipo de ferida ou lesão na pele de outro indivíduo.

Dessa forma as chances de você contrair o condiloma diminuem consideravelmente. É muito importante tomar cuidado para evitar essas e outras doenças. A nossa saúde é o que temos de mais importante.

Tratamento do condiloma

Os tratamentos sugeridos vão variar primeiro de acordo com o tipo de condiloma que você tenha, com o nível dele e com o seu organismo. O tratamento só pode ser indicado por um profissional capacitado da área de saúde.

Não faça nenhum tipo de tratamento por conta própria. Ao invés de resolver o seu problema você pode estar criando outros bem piores, então não faça nada sem a orientação médica!

Veja abaixo quais são os tratamentos mais comuns para os dois tipos de condiloma:

Tratamento do condiloma plano

O tratamento para esse tipo de condiloma costuma ser menos agressivo. Ele é feito por meio da manipulação de antibióticos que combatam a bactérias responsável pela sífilis – que é a responsável pelas lesões na pele.

O tratamento precisa ser feito com a dosagem e com a duração recomendada. Não cumprir ele corretamente ou fazer pausas pode fazer com que o problema volte e dessa vez mais resistente a medicamentos.

Tratamento do condiloma acuminado

O tratamento do condiloma acuminado costuma ser doloroso. Ele é feito por meio da aplicação de pomadas dermatológicas em cima das verrugas. A questão é que essas pomadas possuem substâncias químicas, como o ácido tricloroacético, que causam dor e ardência no momento da aplicação.

Também é possível fazer uma operação cirúrgica para a retirada de todas as verrugas, mas não é o mais recomendado. Isso porque o condiloma acuminado é causado por um vírus, então a probabilidade que ele volte após a cirurgia é bem grande.

Esse tratamento costuma ser demorado e pode levar anos até que o corpo consiga eliminar por completo o vírus do HPV.

Não se automedique!

A gente sempre bate nessa tecla porque é realmente algo muito importante e infelizmente a maior parte da população comete o mesmo erro. Se automedicar pode te trazer prejuízos irreversíveis.

O que mais existe por aí é informação falsa sobre um medicamento ou outro que promete resolver problemas como o condiloma quase que automaticamente. Não caia nisso!

Utilizar medicamentos da forma errada pode não só não resolver o problema como piorar a sua gravidade e produzir outros que sejam tão ruins quanto este.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (19 votes, average: 4,11 out of 5)
Loading...