Coceira na Virilha


Quem nunca sentiu alguma coceira na virilha e não soube identificar exatamente qual era a causa? Por se tratar de um local onde a umidade e o calor se propagam mais facilmente, é natural que essa parte do corpo acabe hospedando os mais variados tipos de micro-organismos, inclusive fungos e bactérias, que encontram um ambiente propício para se multiplicarem.

Também conhecida como prurido, a coceira na virilha pode afetar tanto homens quanto mulheres. Contudo, para entender as causas e possíveis complicações desse tipo de infecção, além de determinar qual o tratamento mais indicado, é preciso observar cuidadosamente os sintomas e realizar um diagnóstico correto.

Causadores da coceira

O corpo de uma pessoa saudável normalmente está repleto de micro-organismos dos mais diversos, porém quando eles se reproduzem em excesso isso pode se tornar um problema. No caso da virilha, o atrito causado pelas roupas e a umidade da pele, provocada pela transpiração, atraem fungos e bactérias que encontram ali um habitat ideal para se desenvolverem.

Uma das causas mais comuns de coceira na virilha é a micose tinea cruris. Embora ela não seja tão grave quanto outras infecções provocadas por fungos, essa micose pode durar por muito mais tempo, devido ao local onde se instala, e ainda se espalhar para as dobras das pernas e ânus.

Outras possíveis causas de coceira nessa região podem ser:

  • Alergia à calcinha ou cueca;
  • Crescimento de pelos logo após a depilação;
  • O ato de coçar ou esfregar a pele do local repetidamente;
  • Irritação química, provocada por algum produto de higiene ou de outra origem, que tenha entrado em contato com a virilha;
  • Piolhos púbicos ou chatos;
  • Candidíase;
  • Eczema;
  • Neurodermatite circunscrita.

Principais sintomas

coceira na virilha

Em geral, a coceira na virilha começa com um simples desconforto ou incômodo no local, que logo se torna um comichão, seguido por vermelhidão, descamação, ardência, inchaço e assaduras. Com a pele irritada, também é comum a formação de manchas, que podem se estender às regiões próximas da virilha, como coxas e nádegas. Dependendo da intensidade da coceira, é possível até mesmo o aparecimento de bolhas.

O diagnóstico em geral é feito por um dermatologista, com base na aparência da pele, caso os sintomas persistam por um período de tempo mais prolongado. É rara a necessidade de exames ou testes laboratoriais, mas uma biópsia pode ajudar a revelar qual o fungo causador da coceira na virilha, em casos extremos. Lembrando que esse tipo de problema é contagioso e pode ser transmitido por meio do contato entre as pessoas ou com objetos contaminados.

Tratando a coceira na virilha

No caso de simples alergia, um creme hidratante ou pomada contra coceira normalmente resolve o problema. Cuidados com a roupa íntima e higiene constante também são indispensáveis, além de dar preferência a tecidos de algodão. Para que o corpo responda bem a qualquer tratamento, é necessário manter o local sempre limpo e seco, evitando roupas que irritem ainda mais a pele (como a lã ou o couro). No caso da depilação com lâmina, é importante esfoliar a virilha antes de remover os pelos, o que ajuda a evitar coceiras.

Se a infecção for causada por fungos, pomadas ou loções antifúngicas que contenham miconazol, tonaftato ou clotrimazol são as mais indicadas. No entanto, nunca se automedique sem antes consultar um profissional dermatologista. Em caso de infecção mais grave e prolongada (com coceira intensa, que dure mais de três dias), ou provocada por bactérias, o médico provavelmente irá receitar medicamentos mais fortes, inclusive via oral, e/ou antibióticos.

Fique atento!

Seguindo as dicas abaixo você vai prevenir a coceira na virilha:01

  • Lavar as peças íntimas em temperaturas mais altas, acima de 60ºC, ajuda a remover possíveis ameaças.
  • Nunca compartilhe toalhas ou roupas que tenham estado em contato com a virilha de outras pessoas.
  • Preste muita atenção ao secar a região da virilha, evitando deixar áreas úmidas nas dobras entre as pernas.
  • Dê preferência a roupas soltas e de tecidos leves, em especial durante a prática de exercícios, para evitar que o suor cause coceira na virilha.

Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (33 votes, average: 4,27 out of 5)
Loading...