Artrite: Doença de idoso?


Costumamos achar que doenças como a artrite só afeta pessoas mais idosas. Leve engano! A artrite pode acontecer com pessoas de todas as idades, inclusive com criança, no entanto, é mais comum que ocorra em adultos com mais de 40 anos, pessoas que sofrem de obesidade e mulheres.

A atrite é uma doença inflamatória crônica que costuma afetar mais de uma articulação por vez. Se trata de uma é uma inflamação na articulação que causa muita dor, dificulta a capacidade de locomoção do paciente, e causa também deformidade.

É um tipo de reumatismo e um dos principais problemas osteomusculares que tem a ver com trabalho. Listamos abaixo alguns dos sintomas mais comuns causados pela artrite:

  • Dificuldade de movimentar o membro afetado;
  • Dor e inchaço nas articulações afetadas;
  • Vermelhidão e aumento de temperatura no local;
  • Rigidez de até 2 horas no local (quando a duração da rigidez é maior, pode sintoma da artrite reumatoide);
  • Deformidade das articulações afetadas.

Existem centenas de subdivisões da artrite, que diferem por causa da gravidade, da área afetada e dos sintomas que provoca. Das mais comuns estão:

  • Artrite reumatoide: É a mais comum das doenças reumáticas, é autoimune. Ela é caracterizada pela degeneração da cartilagem articular, hipertrofia dos ossos e dor ao movimentar-se. É mais comum nos joelhos, na coluna espinhal e nas articulações coxofemorais.
  • Artrite séptica: É quando ocorre a invasão de um agente infeccioso, seja ele fungo, bactéria ou vírus. É bastante comum em jovens e normalmente atinge apenas uma ou duas articulações.
  • Atrite psoriática: É uma doença de pele que causa erupções na pele. Em alguns casos ocorre um quadro articular grave.
  • Artrite gotosa: Causada por uma inflamação, é mais comum em homens e em mulheres na época da menopausa. É mais comum no dedo do pé, tornozelos e cotovelos. É comum que haja febre e limitação dos movimentos.

Causas

Existem inúmeros fatores que podem ocasionar no aparecimento da artrite. Muitas causas e motivos são desconhecidos, por isso é importante que assim que o corpo apresentar os sintomas o médico seja consultado imediatamente.

Algumas das causas da artrite são: algum tipo de traumatismo, a má alimentação, obesidade, desgaste natural da articulação e uma alteração no sistema imune de indivíduos que já tenham uma pré-disposição para este problema.

Existe também a possibilidade de ter artrite após a infecção por algum vírus ou bactéria. Doenças autoimunes também causam com frequência essa problema, principalmente deformando os membros do portador.

Tratamento para a atrite

artrite

Infelizmente ainda não há um medicamento que cure a atrite. Os tratamentos que existem são para aliviar a dor causada nas articulações e para diminuir os riscos de maiores danos posteriormente.

É muito importante que o portador não tente se automedicar. É uma doença que pode levar a problemas mais graves e precisa de um acompanhamento de especialista. Somente com uma avaliação médica será possível identificar o tratamento adequado para o seu caso.

No geral o tratamento é feito com analgésicos, corticoides, drogas antirreumáticas e imunossupressores. Outra forma de tratamento é a fisioterapia, com atividades que irão recuperar as funções das articulações. Em alguns casos é necessário que o paciente se submeta a uma intervenção cirúrgica.

Entre os medicamentos mais receitados pelos especialistas no caso da artrite, estão o advil, androcortil, nimesulida, paracetamil, clindamicina e beserol.

Nenhum desses medicamentos pode ser ingerido sem uma orientação médica. Só com exames específicos é possível entender o grau da sua artrite para a partir daí entender a dosagem e o tempo de tratamento necessário.

Qualquer medicamento tomado de forma independente pode trazer sérios riscos a saúde humana.

Existem também formas naturais de tratamento para atrite que complementam o tratamento comum. O consumo de chás de gengibre e açafrão tem efeitos positivos. O orégano e a pimenta cayenna têm efeitos anti-inflamatórios.

Dá para prevenir?

Como são inúmeras e muitas vezes desconhecidas as causas da artrite, não existe uma forma de prevenção eficaz que evite que você tenha essa doença. O que pode e dever ser feito é um acompanhamento regular com o médico.

Se você tem um histórico familiar com casos de artrite é bom informar ao médico para que haja uma investigação.  Se o diagnóstico for feito precocemente, o tratamento evitará que a artrite cause danos mais sérios às articulações.

Em caso de complicação

Se a artrite não for tratada de forma adequada, ou de maneira tardia, pode levar ao quadro crônico da doença que é capaz de afetar as mãos e os braços. Nesses casos a execução de simples tarefa fica impossibilitada. Há a chance de o quadro crônico causar lesões definitivas.

E se eu já tiver artrite?

No caso de já ter a atrite existe uma série de coisas que podem ser feitas para aliviar os sintomas causados pela doença. A fisioterapia faz parte do tratamento da artrite e tem efeitos positivos. Dentro dela existem medidas específicas que auxiliam muito no caso da doença:

tratamento artrite reumatoide

  • Hidroterapia;
  • Massoterapia;
  • Compressas quentes ou frias no local afetado para aliviar a dor;
  • Exercícios de reabilitação;
  • Talas para ajudar e melhoras as posições. Com o uso elas dão maior suporte.

Os exercícios físicos ajudam também, mas é preciso ter cuidado nesse quesito, porque não são todos que são recomendados. Pode ser feito um treino de resistência para tônus muscular, exercícios de amplitude de movimento para que haja flexibilidade e atividades aeróbicas que tenham impacto baixo.

É importante que se evite posições ou movimentos que exijam muita força, ou ficar em uma única posição por muito tempo. Ter uma dieta saudável é fundamental. Adicione a isso o hábito de consumir produtos ricos em ácidos graxos e ômega 3.

Outro fator essencial é dormir bem. Dormir de 8 a 10 horas por dia e tirar cochilos durante o dia melhora a dor e auxilia nos momentos de crises.

Caso você esteja acima do peso, invista em emagrecer. Perder o peso em excesso irá resultar na diminuição das dores nas articulações. Utilizar cremes nos locais doloridos também é uma boa ferramenta. Após uma semana já é possível sentir os efeitos da melhora.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...