Amigdalite Caseosa


A amigdalite caseosa é uma das principais causas da halitose (mau hálito). Não é considerada uma doença, mas uma condição desagradável. Neste artigo, vamos falar sobre o que é, as suas causas e o tratamento dessa condição crônica.

O que é a amigdalite caseosa?

Também conhecida como amigdalite críptica, a amigdalite caseosa ocorre através do acúmulo de alimentos nas criptas, que são uma espécie de cavernas, das amígdalas. O indivíduo acometido por essa condição sente desconforto na região (como se uma casquinha de pão estivesse “enroscada” na garganta) e constante irritação.

O mau hálito decorrente da amigdalite caseosa se dá por causa dos resíduos alimentares que se deterioram com o passar do tempo. Esses resíduos formam uma “bolinha” que fica instalada nas amígdalas e é chamada de cáseo amigdaliano.

O cáseo amigdaliano é uma massa viscosa e exala um cheiro forte e muito desagradável e pode ser expelido naturalmente através da fala, tosse forte ou espirro. Entretanto, em alguns casos, ele tem de ser retirado através da utilização de instrumentos ou ao espremer as amígdalas.

A amigdalite caseosa pode acontecer em indivíduos de qualquer idade, até mesmo naqueles que nunca tiveram qualquer tipo de infecção na garganta. Ela provoca muita insegurança no convívio social por causa do mau hálito, que pode ocorrer a qualquer instante.

A presença dessa condição favorece, também, outras afecções bucais como a saburra lingual, conhecida também como língua branca, que se caracteriza pela presença de uma camada viscosa sobre a língua.


Causa e sintomas da amigdalite caseosa

Anatomicamente falando, a região das amígdalas é caracterizada pela presença de cavernas, também chamadas de criptas, que favorecem o acúmulo de restos alimentares. Esses resíduos alimentares acumulados, ao passar do tempo, fermentam e se deterioram (apodrecem), formando bolinhas brancas (cáseos amigdalianos) de cheiro forte e desagradável e que podem ou não se desprender das amígdalas.

Os indivíduos portadores dessa condição podem apresentar os seguintes sintomas:

amigdalite caseosa

  • Sensação de “casquinha de pão presa” na garganta;
  • Irritação na garganta contínua;
  • Halitose (mau hálito);
  • Desconforto e aumento na região das amígdalas;
  • Formação de bolinhas brancas visíveis ao se olhar no espelho.

Tratamento da amigdalite caseosa

O tratamento para a amigdalite caseosa pode ser clínico ou cirúrgico:

O tratamento clínico é composto por gargarejos com produtos de higiene e anti-inflamatórios e uma higiene bucal completa, feita no consultório odontológico. O indivíduo portador da amigdalite caseosa deve evitar tentar retirar as bolinhas brancas de modo a não causar ferimentos nas amígdalas que podem levar ao surgimento de infecções e, consequentemente, a um agravamento da situação.

Apesar de eficiente em alguns casos, o tratamento clínico não é capaz de resolver o problema definitivamente e as bolinhas poderão voltar com o tempo.

As pesquisas no campo da medicina já estão tão avançadas que já é possível encontrar produtos inéditos que diminuem e previnem a formação de novos caseos amigdalianos.

O tratamento cirúrgico consiste na retirada das amígdalas e é a única maneira de eliminar o problema de uma vez por todas. Entretanto, a cirurgia não é obrigatória e o próprio paciente pode decidir se deseja ou não realizá-la.

A retirada das amígdalas (amigdalectomia) pode ser feita da forma tradicional ou por cirurgia a laser e, embora seja uma cirurgia considerada simples, o paciente corre alguns riscos, como em qualquer cirurgia.

A cirurgia a laser reduz o risco de haver sangramentos e complicações no pós-operatório. Além disso, o tempo de recuperação pode ser menor. Pelo método convencional, o período de recuperação é de uma semana.

A amigdalectomia causa dor de garganta forte e febre nos primeiros dias do pós-operatório. A cirurgia a laser provoca menos inchaço e não expõe a musculatura da mesma maneira que o método convencional, portanto, provoca menos dor.

O otorrinolaringologista é o especialista que poderá fornecer todas as informações necessárias sobre os tratamentos mais adequados e os cuidados da cirurgia.

Considerações finais

A saúde da boca é extremamente importante para o estado de saúde geral dos indivíduos. Visitar seu médico e seu dentista periodicamente pode prevenir inúmeras doenças.

A amigdalite caseosa não é uma doença, mas sim, uma condição que pode causar inconvenientes sociais por causa do mau hálito e problemas de saúde como infecções generalizadas, além de outras doenças bucais.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (50 votes, average: 4,40 out of 5)
Loading...